Sentimentos

Emoção e sentimento são muitas vezes confundidos, mas na verdade eles representam conceitos e sensações bem distintos.

O sentimento é o processo que sucede à emoção, ou seja, resulta de uma experiência emocional e é uma espécie de consequência da emoção.

São dois conceitos que estão sempre intimamente ligados e perceber a relação entre eles é fundamental para que possamos trabalhar o nosso autoconhecimento. O sentimento é algo mais profundo e pode não representar algo transitório ou momentâneo, pode prolongar-se no tempo, muitas vezes por toda a vida.

No caso de sentimentos negativos que perduram ao longo do tempo, podem mesmo originar doenças como ansiedade ou depressão, por exemplo. O sentimento é menos intenso que a emoção, mas, por outro lado, é mais duradouro. Já a emoção é muito difícil de disfarçar, ao contrário do sentimento que pode perfeitamente passar despercebido. Ambos são muito influenciados pela história e contexto de cada um de nós.

Descobrir a causa de um sentimento é bastante difícil, o que pode ser bastante penoso para quem, habitualmente, lida com estes sentimentos negativos.

Complexidade de sentimentos

O mundo das emoções e sentimentos é, por si só, muito complexo e não serão poucas as vezes que nos deparamos com sentimentos contraditórios. Ao longo do tempo, são diversas as emoções que experienciamos, sejam elas boas ou más, muitas vezes até várias em simultâneo. E a contradição é algo sempre presente em tantos momentos ou situações, é algo que muitas vezes nos vai deixar confusos e sem perceber, realmente, o que estamos a sentir.

Na nossa mente, é normal existirem contradições e isso pode, por vezes, gerar em nós sentimentos pouco claros relativamente às nossas experiências.

Aqui, o fundamental é trabalharmos arduamente as nossas capacidades de autoanálise e autoconhecimento, pois só desta forma seremos capazes de nos conhecermos a nós próprios de uma forma mais profunda e real. Assim, será muito mais fácil tentarmos lidar com este tipo de sentimentos ou até mesmo evitar que eles aconteçam, de forma a diminuirmos a possibilidade de frustração ou insegurança.

Como controlar os sentimentos

Muitas vezes, são tantos os sentimentos que experienciamos que é quase uma sensação de montanha russa. Ora somos assolados por sentimentos superpositivos ou então, de repente e sem explicação aparente, nos sentimos quase a pessoa mais infeliz do mundo. Ponha o dedo no ar quem ainda não andou nesta montanha russa!!

A instabilidade emocional é algo que devemos sempre trabalhar ao longo do tempo para que, dessa forma, possamos encontrar equilíbrio, harmonia, paz interior e estabilidade. Aqui, mais uma vez têm de ser reforçadas as capacidades de autoconhecimento e análise. Só assim conseguiremos identificar a razão pela qual é gerado determinado sentimento para, posteriormente, trabalhar sobre ele e adquirir ferramentas que nos permitam lidar naturalmente com este sentimento que pode, por vezes, não ser tão positivo.

Para quem estes sentimentos negativos são uma constante, é importantíssimo que desenvolva profundamente todas as ferramentas que poderão ajudar nesta gestão, para que este sentimento afete o menos possível o tão desejado equilíbrio.

Frases sobre sentimentos

“Eu não sei o que sinto.” Quantas vezes já não dissemos ou ouvimos de pessoas próximas afirmações deste género? Estas dúvidas revelam, acima de tudo, alguma falta de autoconhecimento. Devemos, mesmo, ser capazes de nos abstrairmos de tudo o que nos rodeia, parar, e pensar um pouco sobre nós próprios. Só assim seremos capazes de perceber porque temos determinadas emoções e sentimentos em diferentes contextos e, caso não seja aquilo que realmente queríamos sentir, tentar encontrar uma forma de nos direcionarmos no sentido que desejamos, através daquilo que já, tão bem, conhecemos de nós próprios.

“Não queria sentir-me assim”E, mais uma vez, a tão necessária análise introspetiva que nos permitirá conhecermo-nos mais intrinsecamente, identificando quais os pontos fracos onde teremos de trabalhar mais para que consigamos viver e usufruir de todas as experiências de uma forma mais segura.

“Está tudo bem.” Mas nem sempre… O sentimento é algo que podemos esconder com muita facilidade e muitas vezes até mesmo as pessoas que nos são mais próximas não conseguirão perceber aquilo que realmente estamos a sentir. Escondemos, simplesmente, e aprendemos a viver com isso. E aí surge a frustração, a instabilidade e todos os problemas que daí advêm.

Vamos todos fazer este exercício de conhecermos todos os dias um pouco mais de nós próprios. Vamos tentar perceber o que sentimos em determinado contexto e porquê. E refletir…. É mesmo isto que queremos sentir?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *